Como se tornar um Personal Trainer

 

Foto ilustrativa

 

Ao longo da história a atividade física sempre esteve presente na rotina da humanidade sempre associado a um estilo de época, a caça dos homens das cavernas para a sobrevivência, os Gregos e suas práticas desportivas na busca de um corpo perfeito ou de cunho militar como o exemplo na formação das legiões romanas com suas longas marcha e treinos.
 
Apesar de não ser considerada uma fórmula milagrosa, a atividade física está presente em quase todos os meios de comunicação e a população cada vez mais apresenta problemas relacionados com a falta de exercícios. A desculpa mais frequente é a falta de tempo ou falta de condições para atividades físicas, prática que é agravada pela economia de movimentos em nossa rotina, como as comodidades do controle remoto, telefone celular, elevadores e escadas rolantes, sem falar nas horas diárias dedicadas a televisão ou ao computador.
Infelizmente parece ser um fenômeno de dimensões mundial, pois uma das doenças associadas a falta de exercícios como a obesidade tem prevalecido em quase todo planeta.
Contudo, a atividade física é incontestavelmente um componente muito importante para que os seres humanos tenham saúde e também melhoria na qualidade de vida. Além disso, outras vantagens podem ser atribuídas a uma prática regular de esportes, tais como o emagrecimento e até mesmo um maior bem estar psicológico. Nesse sentido, tem se presenciado uma preocupação cada vez maior com a prática de atividades dessa natureza abrindo um vasto campo de oportunidades para profissionais qualificados nessa área.
Experiência realizada no Rio de Janeiro “revela que a atividade física é capaz de reduzir a pressão alta em 97% das pessoas participantes e controlar a diabetes em 80% dos casos. Além disso, 20% ainda perderam peso e a mesma porcentagem diminuiu a quantidade de remédios.” (Programa Bem Estar, 2011)
Nessa linha da busca por uma melhor qualidade de vida, o profissional que vem ganhando espaço no mercado da saúde e esporte é o personal trainer. Esse profissional atua em uma área da educação física que vem crescendo e ganhando prestígio nos últimos anos. O personal trainer, ou treinador pessoal, trabalha atendendo um único aluno ou pequenos grupos, sempre respeitando a individualidade e condição física de cada aluno ao montar um circuito de treinamento individual.
Este é um profissional de fitness licenciado em educação física, qualificado a desenvolver e prescrever programas de treinamento físico individualizado, preferencialmente com conhecimento nas áreas de treinamento desportivo, fisiologia do exercício, anatomia e biomecânica do movimento.
A média de preço a ser cobrada varia de acordo com o tipo de serviço, a frequência semanal, o local da prática, as qualificações do profissional que oferece os serviços, e a negociação. Normalmente se estabelece um valor de hora aula que pode variar entre 50,00 a 500,00 reais, por exemplo.
Personal Trainer
Mercado
Mercado Consumidor
O mercado consumidor de personal trainer é formado por todos os tipos de pessoas que estão em busca por bom condicionamento físico, atletas, sedentários, obesos, portadores de problemas físicos, posturais ou cardiovasculares. Este público é formando, principalmente, por pessoas com idade variando entre 15 e 90 anos, isto é, cerca de 69% da população brasileira, em torno de 130 milhões de pessoas. (IBGE, 2011)
O foco do personal trainer devem as pessoas que estão nas classes A e B, pois possuem maior poder aquisitivo para consumir este tipo de serviço e representam cerca de 21% da população brasileira, ou seja cerca de 38 milhões de pessoas. (PEGN, 2011a)
O setor de academias e personal trainer é considerado bastante promissor e possui um faturamento da ordem de US$ 1,1 bilhão, dados do ano de 2010. Essas informações aparecem numa pesquisa internacional feita pela International Health Racquet and Sportsclub Association (IHRSA), espécie de sindicato das academias e dos profissionais de educação física. Os dados nacionais foram levantados pela Fitness Brasil, que representa o setor no País. (PEGN, 2011b)
Com o crescimento do conceito de qualidade de vida e saúde, as academias deixaram de ser um reduto de pessoas que procuram somente a boa forma, o corpo perfeito. De acordo com o levantamento realizado pela Fitness Brasil, 3,7 milhões de brasileiros estão matriculados em academias ou fazendo algum tipo de aula com orientação, como corridas em grupo ou esportes de quadra com professor.
 
 Concorrência
Tendo em vista que o perfil concorrencial de um personal trainer é bastante específico, exigindo não só um alto nível de treinamento e qualidade no atendimento, a concorrência se torna reduzida. Ademais, a diferenciação se dará no contato direto com o cliente, sendo, portanto a experiência e os resultados obtidos pelo cliente o principal diferencial na hora da busca por este tipo de serviço.
Como todo setor em que há crescimento da demanda, há um igual crescimento da oferta de serviços, sendo, portanto, uma atividade em que há bastante concorrência. De acordo com Waldyr Soares, responsável pelos dados brasileiros e presidente da Fitness Brasil, houve um aumento no número de academias. Há cerca de oito anos, existiam 4 mil estabelecimentos do tipo registrados. De 2007 a 2010 o número mais que dobrou, chegando aos atuais 15.551 unidades em todo Brasil, atrás apenas dos Estados Unidos. A cidade onde há o maior crescimento atual é Brasília.
O crescimento atinge muitas áreas, mas atualmente está havendo um grande desenvolvimento do fitness dentro das empresas e em residências, com a supervisão dos personal trainers. O conceito de academia conhecido atualmente deve mudar muito nos próximos anos. Estas devem ser cada vez mais segmentadas e buscar o tratamento diferenciado a cada um dos alunos, através, principalmente, do personal trainer. Modalidade essa já ofertada dentro de academias especializadas.
Ainda segundo o presidente da Fitness Brasil, a tendência é a reunião de vários serviços, como ginástica, ioga, alongamento, relaxamento, massagens, pilates, criando assim os chamados centros de bem-estar. “Está sendo criado um comportamento de qualidade de vida. As pessoas estão aprendendo que não adianta ter dinheiro se não tiverem saúde para aproveitá-lo”, explica. Esses centros podem ser considerados concorrentes bastante fortes para o personal trainer que irá atuar sozinho. Porém, se trabalhado em conjunto com esses centros, oferecendo seus serviços, a concorrência pode ser minimizada.
Como o serviço de personal trainer é realizado diretamente junto ao cliente, em academias, parques ou mesmo na residência, o principal diferencial é a qualidade do atendimento e o resultado obtido, almejado pelo cliente. Esse será o grande diferencial em relação as academias e aos demais concorrente. Portanto, busque sempre um atendimento de excelência.
Para este tipo de atividade entende-se que a concorrência deverá ser considerada em cada caso, de forma regionaliza, principalmente pelo tamanho do público alvo e da concorrência existente.
Além disso, o profissional que atua como personal trainer, possui vários outros nichos de mercado a explorar além das academias. Ele pode atuar como profissional autônomo orientando as atividades físicas de seus alunos em parques, nas suas residências/condomínios ou até mesmo no local de trabalho. O personal pode ainda atuar em equipe com outros profissionais da educação física formando grupos de trabalho ou cooperativas. Outra janela de oportunidade para esta área é atuar em hospitais, clínicas, centros de recuperação para deficientes ou pessoas com problemas motores.
 
Fornecedor
Para o tipo de atividade prestado pelos personal trainer não há insumo direto utilizado durante a prestação do serviço. O que poderá ser utilizado são alguns pesos e equipamentos facilmente achados em lojas especializados, não sendo impeditivo para a oferta e realização das atividades físicas.
Nesse sentido, o futuro empresário do setor não encontrará problemas com o mercado fornecedor de equipamentos para estruturar o seu próprio negócio no Brasil.
 
Estrutura
O tamanho da estrutura de uma empresa pode variar segundo seu porte, sua atividade produtiva e dimensão esperada de atendimento. Contudo, o empreendedor deverá atentar para disponibilização de espaços específicos para que a prestação de serviços aconteça da melhor forma possível, em um ambiente agradável, bem iluminado e de fácil movimentação dos clientes, além, é claro, de um espaço reservado para o desenvolvimento das atividades administrativas, estoques, etc.
Não existe uma regra clara e objetiva para a definição da estrutura física necessária para uma empresa, no entanto deverá ser obedecida as adequadas separações dos setores da empresa para que seja possível conseguir de todas as áreas a maior produtividade possível de cada colaborador.
No caso dos serviços de personal trainer, este poderá ocorrer de diversas formas: em sua residência, onde deverá possuir um espaço para atendimento aos clientes com um mínimo de equipamentos; na casa do próprio cliente, neste caso o personal deverá ter equipamentos que possam ser de fácil transporte; em academias, nas quais não haverá a necessidade de equipamentos, pois estas já possuem; ou em parques e locais agradáveis, onde haverá a necessidade de transporte de equipamentos.
Ressalta-se que o profissional deva possuir um escritório em sua casa ou uma sala comercial, enfim, um local no qual possa realizar os contatos iniciais com seus clientes e como ponto de realização das avaliações físicas por exemplo. Porém, como sua prática não necessita de espaço formal, logo este escritório seria opcional.
 
Pessoal
A necessidade de pessoal, tal qual o tamanho da estrutura, vai depender diretamente da capacidade de atendimento esperada pelo empreendedor. Neste caso, trata-se de uma mão-de-obra totalmente especializada em que o profissional deve possuir alto grau de conhecimento no serviço a ser prestado, com um mínimo de graduação ou licenciatura em Educação Física.
De uma maneira geral, o personal trainer pode realizar sua atividade individualmente, sem necessitar da contratação de outros especialistas. Contudo, o trabalho integrado de diversos profissionais (tais como nutricionistas, fisioterapeutas, esteticistas, etc) pode ter bons resultados para o cliente, mesmo sabendo que cada profissional tem sua área de atuação e total independência em sua prática.
Caso o atendimento seja realizado pela mesma pessoa que presta o serviço, é necessário conhecimento tanto para gestão do negócio quanto para o atendimento ao cliente.
É imprescindível também que o profissional busque constantemente informações e especializações para atualizar seus conhecimento e prover um atendimento cada vez mais qualificado.
 
Equipamentos
 
O setor de esportes e saúde oferece um infinidade de equipamentos cuja tecnologia avança com uma certa velocidade, portanto, os profissionais desta área devem atentar para as ofertas do mercado e acompanhar por meio de feiras, eventos, internet quais as tendências e os novos equipamentos.
De uma maneira geral, os principais equipamentos utilizados pelos profissionais de educação física são:

De trabalho aeróbico – Indicado para o controle de peso, entre outras:

•  Esteiras mecânicas.
•  Esteiras elétricas.
•  Bicicleta ergométrica vertical – tradicional.
•  Bicicleta ergométrica horizontal – com encosto.
•  Remo seco.
•  Escalador (stepper).
• Alguns desses aparelhos são equipados com computadores que estimam velocidade, quilometragem, tempo da atividade, gasto calórico e batimentos cardíacos.
• De trabalho anaeróbico ou localizado – para a manutenção e desenvolvimento da massa muscular e combate à flacidez:
•  Aglomerados – equipamentos de musculação que reúnem diversas funções, trabalhando os principais grupos musculares.
•  Aparelhos abdominais – tipo remiar em forma de arco e com encosto de cabeça (as pranchas de abdominal são contraindicadas por não levarem as curvaturas de sua coluna em consideração).
•  Banco de supino e barras – sempre duas presilhas por barra de 0,40m, 1m, 1,20m, 1,50m, 1,80m, 2,05m e suas respectivas anilhas sempre aos pares e em diversos pesos: 1/2kg, 1kg, 2kg, 3kg, 4kg, 5kg, 10kg, 15kg, 20kg, 25Kg.
• Acessórios: bastão, elásticos, extensores, colchonetes.
•  Caneleiras – par de 1/2kg, 1kg, 2kg,3kg.
•  Pesos ou halteres – par 1/2kg, 1kg, 2kg, 3kg, 4kg, 5kg.
Um dos mais, se não o mais importante acessório na prática da atividade física é o monitor de frequência cardíaca, fundamental no acompanhamento da intensidade do exercício e seus respectivos limites funcionais de segurança.
Ressalta-se que a quantidade de equipamentos deverá atentar para o espaço físico na qual a empresa será estruturada, pois quando realizada na residência ou em apenas uma sala comercial, serão poucos os equipamentos. Quanto mais salas para a realização dos atendimentos, mais equipamentos serão necessários.
O SEBRAE local deverá ser buscado para ajudar o futuro empreendedor a dimensionar corretamente o negócio.
 
Investimentos 
 
Investimento consiste na aplicação de algum tipo de recurso esperando um retorno superior aquele investido em um determinado período de tempo. O investimento que deve ser feito em um empreendimento varia muito de acordo com seu porte e seu público alvo.
No caso dos serviços de um personal trainer, os principais investimentos estão relacionados a própria qualificação do profissional, tais como cursos de especialização, mestrado ou doutorado. Alguns desses investimentos também podem referir-se aos equipamentos necessários para boa realização do acompanhamento dos clientes, como é o caso do material para realização de avaliação física. Os principais equipamentos necessários para realização de avaliação física são:
• Balança digital 180 kg 
• Máquina fotográfica digital
• Adipômetro 
• Frequencímetro 
• Tensiômetro 
• Estetoscópio 
• Fita métrica 
• Software para avaliação física 
• Equipamentos diversos 
Em alguns casos específicos o personal trainer pode possuir ainda eletrocardiograma, esteira e bicicleta ergométrica para complementar a avaliação, mas a maioria dos profissionais dessa área utiliza aqueles que estão disponíveis nas próprias academias nas quais trabalham.
O valor do investimento realizado por um personal trainer no início do negócio, ou seja, contabilizando apenas as despesas com o kit para realização de avaliação física, varia entre 2 e 5 mil reais. Nesse caso, é importante atentar para o tipo de software adquirido, pois este item possui valores muito diferenciados dependendo da versão escolhida e do tipo de avaliação que se pretende realizar.
No caso de profissionais que optarem por investir em um local de atendimento ao  cliente, ou seja, um escritório, deve-se levar em conta também toda a infra-estrutura a ser adquirida tais como mesas, cadeiras, computador, decoração, etc. Nesses casos, é interessante prever um montante adicional que pode girar em torno de 3 a 4 mil reais, mas é importante ressaltar que esses valores também dependem muito do tipo de estrutura que o profissional pretende montar.
Por possuir uma diversidade de preço muito elevada não foi quantificado o preço da construção civil ou reforma do local, sendo esta uma necessidade a ser pensada de acordo com a localidade aonde será estruturada a empresa, se for o caso.
 
Fonte:
http://www.sebrae.com.br/
Procure o Sebrae mais próximo para maiores informações.
O Sebrae é o ponto de apoio para micro e pequenos empreendedores.
We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Compare items
  • Total (0)
Compare
0