Quanto cobrar? Parte II

Imagem ilustrativa- Créditos: CC0 Public Domain / FAQ

Personal Trainer: Quanto cobrar? – Parte II 

No artigo anterior, explico sobre formação de preço e dou exemplos de valor agregado. Resumidamente, se você oferece um serviço e agrega valor à ele poderá cobrar mais, mas não é só isso que deve considerar quando for determinar quanto irá cobrar pela seção de personal training.

 

A maioria dos profissionais de educação física que fazem essa opção de carreira são motivados pela receita mensal que irão gerar quando comparada com outras colocações na área. Para nos situarmos melhor em relação à salários em São Paulo um professor de musculação ganha entre R$7,00 e R$12,00 por hora, sim é muito pouco e em outras cidades essa situação pode ser ainda pior. Não é por acaso que trabalhar como Personal Trainer virou a menina dos olhos da Educação Física, o cálculo é simples paga-se mais por hora trabalhada, certo?

Nem sempre…

Trabalhar como Personal nem sempre significa ter um salário melhor

A maioria não leva em consideração que trabalhar como Personal Trainer, na maioria das vezes, significa tornar-se um profissional liberal e o Profissional de Educação Física não está preparado para isso. Raros são os cursos de Educação Física que preparam para essa atuação.

Como profissional liberal você deixa de ter uma série de benefícios que tem como funcionário de uma empresa e é nesse ponto que o Profissional de Educação Física se enrola.

O profissional liberal não tem:

Férias

DSR

Hora atividade

13 salário

Vale transporte

FGTS

Outros benefícios (plano de saúde, vale refeição, previdência privada)

 

Veja este exemplo:
Um professor contratado por uma empresa optante pelo SIMPLES, cuja salário é de R$1760,00/mês, valor bruto equivalente à aproximadamente R$10,00/hora. O vale transporte foi considerado pelo valor da passagem de ônibus ida/volta na cidade de São Paulo.

Salário = R$ 1.760,00

13 salário = R$ 146,67

Férias = R$ 146,67

1/3 sobre férias = R$ 48,89

FGTS = R$ 168,18

Vale transporte = R$ 26,40 (descontado 6% valor do salário)

Total = R$ 2.270,40

Na realidade a hora aula desse professor é R$ 13,05.

 

Então vamos pensar agora no valor da hora de Trabalho como Personal Trainer em comparação com o valor pelo qual foi contratado.

Vamos aumentar o valor da hora do professor em 400%, o que daria R$ 40,00 a hora

Temos que considerar que provavelmente não terá todos os seus horários completos, nesse exemplo vou pensar em 5 aulas por dia e que também não terá que se deslocar, economizando no valor da condução.

Ex: R$ 40,00: 5 aulas por dia (100 aulas por mês) = R$ 4000,00

Personal – Professor = R$ 4.000,00 – R$ 1.760,00 = R$ 2.240,00 (Esse é o valor bruto a que o Personal ganha a mais, em relação ao Professor)

INSS: 11% sobre salário mínimo = R$ 59,95

Condução: R$ 120,00 (considerando que as aulas serão todas dadas no mesmo local – ida/volta)

Locação da sala: 100 aulas x R$ 10,00 = R$ 1000,00 (A maioria das academias cobra uma taxa pela utilização da sala, vou considerar um valor não muito alto – em outro post trataremos sobre esse assunto)

Valor bruto do Personal – INSS – Condução – Locação da sala =
R$ 940,00

Temos que descontar desse valor todos os benefícios que ganharia como professor que nesse exemplo totalizam R$ 536,84, que deverão ficar guardados preferencialmente em alguma aplicação. Restando então R$ 403,16, esse é o valor que efetivamente o Personal Trainer ganharia a mais por mês em relação ao professor nesse exemplo.

A diferença é muito pequena se considerarmos:

Rotatividade dos alunos

Faltas por motivo de doença

Cancelamento de aulas

Férias dos alunos

Uso de automóvel ao invés de ônibus

Deslocamento para vários locais de aula

Além disso para fazer as coisas da maneira certa é preciso fazer registro na prefeitura ou abrir uma empresa o que significam mais impostos, inclusive IRPF, mas isso é assunto para outra artigo!Faça as contas antes de determinar o valor das suas aulas

O que tentei mostrar aqui é que ainda que aparentemente estejamos ganhando muito mais por aula, isso pode não ser verdade.
Depois de considerar o que foi abordado no primeiro post dessa série, coloque os valores em uma planilha e verifique na realidade quanto custa para você trabalhar como Personal Trainer.
A questão de quanto cobrar por uma aula de personal training ainda não está fechada, existem outras variáveis que devem ser consideradas.
Denise

 

Graduada em Educação Física pela USP.
Pós-graduada em Atividade Física Adaptada e Saúde.
Atua desde 2002 como Personal Trainer.
Editora do Blog Fique INforma.
Responsável por mídia social da InterConectada Comunicação.

Créditos: Fiqueinforma.com (Recomendamos a visita !!!)

 

 

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Compare items
  • Total (0)
Compare
0