App Google Fit ganha Personal Trainer digital e novo design

O aplicativo de monitoramento de atividades físicas Google Fit ganhou sua maior atualização desde o lançamento, em 2014, nesta semana. O app agora conta com um “personal trainer” digital, novos recursos e um visual totalmente reformulado.

A partir de agora, o app é focado em duas métricas primordiais: minutos de movimento e pontos cardíacos. O método de avaliação foi criado em parceria com Associação Americana do Coração (AHA, na sigla em inglês), e com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os minutos de movimento, como o nome já diz, são contabilizados de acordo com o tempo que o usuário passa praticando alguma atividade física, de baixa ou de alta intensidade. O usuário é incentivado a bater uma meta de minutos de movimento todos os dias.

Já os pontos cardíacos são um valor elaborado pensando em “atividades que fazem seu coração bombear com mais força”, segundo o Google. “Você ganhará um ponto para cada minuto de atividade moderadamente intensa, como acelerar o ritmo enquanto passeia com seu cachorro, e o dobro de pontos para atividades mais intensas, como corrida ou kickboxing”, explica a empresa.

Já o personal trainer digital é um sistema de coaching desenvolvido para o Google Fit para quem quer aumentar o condicionamento físico. O app agora emite dicas de atividades físicas personalizadas para o usuário e maneiras de aumentar a intensidade de atividades de baixo impacto.

Com o tempo, a inteligência artificial do app adapta as dicas oferecidas para o perfil de cada usuário. Da mesma maneira, as metas de minutos de movimento e pontos cardíacos vão mudando ao passo em que o usuário aumenta ou diminui a intensidade das atividades físicas praticadas na sua rotina.

Além disso, o app ainda tem os recursos de sempre: contagem automática de caminhadas, corridas e passeios de bicicleta através de sensores do smartphone ou do smartwatch. É possível também selecionar manualmente um exercício numa lista de 120 modalidades diferentes, como pilates, remo ou spinning.

O Google Fit também compartilha dados com outros apps de monitoramento de atividade física, como o Strava, Runkeeper, Endomondo e MyFitnessPal. A atualização está disponível a partir desta semana para Android, iOS, Wear OS e WatchOS.

Créditos:

 

 

 

REDAÇÃO OLHAR DIGITAL | GOOGLE SAÚDE

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Compare items
  • Total (0)
Compare
0