A importância do Marketing Pessoal para o Personal

 

Já dizia um conhecido, diretor de comunicação de uma multinacional, que o galo só é o dono do terreiro porque cacareja. E é justamente isso que  diferencia um Personal Trainer conhecido do anônimo. O marketing pessoal é fundamental para a carreira do Personal Trainer.

Um Personal Trainer que faça um bom marketing pessoal consegue se destacar dos demais, mesmo daqueles que são tecnicamente melhores. De nada adianta ter um currículo impecável, impressionante se ninguém sabe disso. É preciso cacarejar para que todos tomem conhecimento daquilo que você faz.

Nas palestras que dou sobre mercado de trabalho esse é um dos pontos abordados, meu exemplo preferido é o Prof. Marcio Atalla, há os que amam o seu trabalho, assim como há os que odeiam e fazem duras críticas. O fato é que independete de concordar ou discordar do seu método de trabalho o que o diferencia dos demais profissionais é o marketing pessoal. Já se perguntou porque ele foi escolhido para fazer o programa na Globo e não outro profissional tão ou mais qualificado do que ele? A resposta está no marketing pessoal.

Christian Barbosa, maior especialista no Brasil em administração de tempo e produtividade, consultor e autor de diversos livros, explica que aprender a trabalhar a sua imagem não é uma tarefa difícil, porém vai exigir disciplina e organização. Talvez você tenha que mudar alguns hábitos antigos e inserir novas atividades em seu planejamento diário. Para ajudar com isso, ele selecionou cinco dicas que auxiliarão você a se promover entre os amigos e no ambiente de trabalho.

marketing pessoal

Reserve um tempo para o marketing pessoal

1 – Por qual motivo você quer ser lembrado?

Desenvolver uma marca pessoal começa por definir a sua meta de trabalho. Infelizmente, não dá para ser bom em tudo, você pode conhecer muitas coisas, mas precisa ser bom de verdade em apenas uma delas. Isso exige foco, o que é difícil. Profissionais que não têm foco, não constroem uma marca pessoal, pois a mensagem é divergente.

2 – Crie um KBASE pessoal

Ao longo do seu dia você vai esbarrar em uma série de conteúdos (digitais ou físicos) sobre o assunto que você quer focar. Talvez você não o utilize neste momento, mas ele pode ser muito útil no futuro. A sugestão é criar uma pasta (física ou digital) chamada KBASE (de knowledge base ou base de conhecimento) e deixar tudo arquivado em categorias bem definidas. Essa gestão de conhecimento pessoal auxilia bastante no momento em que você for preparar uma apresentação, um artigo ou para uma simples consulta de conteúdo. Organização economiza tempo no futuro e ajuda a gerar conteúdo.

3 – Escreva sobre o tema

A construção de uma marca começa com a propagação dela e, atualmente, a Internet é o melhor caminho. Você pode começar com um blog, nele você vai escrever artigos e opiniões sobre o seu tema, discutir assuntos pertinentes ou simplesmente republicar estudos ou pesquisas. Quanto mais conteúdo e atualizado, mais destaque você terá. Pode ser uma ação demorada, mas acontece. Basta ter tempo e disposição para escrever.

4 – Divulgue o seu trabalho

A pessoa que procura formas de se destacar precisa divulgar as suas ideias. Se você não é bom escrevendo, faça podcasts, palestras em vídeo ou algo do tipo. É importante estar ciente de que se você não fizer nenhum tipo de divulgação, seu marketing não existe.

5 – Cuidado com o vestuário

Você não precisa gastar com roupas de marca, mas precisa estar de acordo com seu negócio. Para um advogado, terno e gravata são essenciais. Para um publicitário uma roupa mais casual será bem aceita. Christian Barbosa gosta de usar terno e gravata, mas adoteu um estilo casual, afinal vende qualidade de vida e uma gravata não passa essa mensagem. Para ele, um blazer, uma camisa e jeans estão ótimos!

 

Denise

 

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Compare items
  • Total (0)
Compare
0